Em jogo de duas viradas, São Lourenço bate Tubarão fora de casa e segue entre os líderes

Texto: Eduardo Gouvea / @eduardogouveaoficial
Imagem: @rodolfomayy

No jogo que abriu a terceira rodada da Liga Nacional de Futsal, Tubarão e São Lourenço protagonizaram um intenso duelo, nesta sexta-feira (5), no ginásio Estener Sorato, em Tubarão. E quem se deu melhor foi o time visitante, que venceu por 5 a 4 e segue entre os primeiros.

Com a vitória, o São Lourenço chegou aos nove pontos e divide a primeira colocação com Joinville e Pato Futsal, mas fica atrás de ambos no saldo de gols.

Já o time da casa conheceu sua primeira derrota e segue estacionado nos dois pontos, ocupando a 19ª colocação.

Goleiros dão assistências com os pés no primeiro tempo

Os times não quiseram saber dessa história de estudar o adversário nos primeiros minutos e foram para cima em busca do gol. Em um minuto cada uma já havia criado boas chances.

Com essa postura era de se esperar que o gol não demorasse muito a sair e o placar foi aberto pelo time visitante a 1’59. O goleiro Serjão descolou ótimo lançamento com os pés para Darici, que de costas para o gol dominou com a coxa e girou batendo de perna esquerda no canto alto de Gustavo.

Só que nem deu tempo do comentarista da partida, o ex-jogador Sandrinho, falar suas impressões sobre o lance. Isso porque tão logo foi dada a saída de bola pelo Tubarão, desta vez foi o goleiro Gustavo quem fez o lançamento com o pé para Dé desviar de cabeça e deixar tudo igual.

Pouco depois, faltando 16’32, Dé fez grande jogada, deu um belo drible no marcador e tocou na saída de Serjão, mas Churrasco salvou quase em cima da linha, mandando para escanteio. Aos seis minutos, Serjão fez grande defesa em um chute forte de Boca.

Aos 8’49 o Tubarão conseguiu a virada após Ceará brigar no meio da quadra pela bola e tocar para Dentinho, que saiu na cara de Serjão e deu uma cavadinha, tirando do goleiro.

Depois do gol o técnico Serginho pediu tempo e na volta o Serjão já passou a jogar mais adiantado.

O empate dos visitantes veio aos 12’23, quando Claudinho recebe na esquerda, carregou para o meio e, com total liberdade, bateu de fora da área para deixar tudo igual.

Faltando 45 segundos, Lolato fez falta em cima de Dentinho na entrada da área, a quinta da equipe. Com isso o técnico Brunão pediu tempo para armar uma jogada ensaiada. E de fato veio uma cobrança ensaiada, quando Pixote tocou para Ceará do outro lado. Ele chegou enchendo o pé para grande defesa de Serjão.

São Lourenço começa segundo tempo com tudo

Logo com 24 segundos do segundo tempo o São Lourenço passou de novo na frente do marcador com um belo gol de Leozin. Ele recebeu passe longo, deu um drible em Murilo e bateu no canto esquerdo do goleiro Gustavo.

Melhor depois do intervalo, dois minutos depois de fazer o gol, o time catarinense quase ampliou, quando em cobrança de falta, Claudinho bateu para Fabinho na segunda trave e ele, sozinho com o gol aberto, mandou para fora. Logo em seguida, em outro lance de perigo, Fabinho desta vez acertou o alvo, mas aí o goleiro Gustavo estava bem posicionado para defender.

Aos 26’54, foi a vez de Gui Canhoto soltar o pé e esquentar as mãos do goleiro do Tubarão. O quarto gol dos visitantes veio aos 29’40, quando após batida de escanteio de Gui Canhoto, a defesa do Tubarão cochilou e Biel apareceu entre os adversários para completar para as redes.

A equipe da casa foi para cima na tentativa de diminuir o prejuízo e não demorou muito para descontar aos 31’07. Murilo se antecipou, roubou a bola e tocou para Glauber na direita, fez a ultrapassem, recebeu de volta e devolveu novamente para o camisa 14 bater cruzado. O chute explodiu na marcação, mas Dé estava no lugar certo para completar de cabeça. Foi o segundo gol dele de cabeça na partida.

A reação do time da casa deixou a partida ainda mais frenética, os times trocando ataques e os goleiros tendo que se virarem.

Faltando pouco mais de sete minutos, o São Lourenço chegou à sua quinta falta. Isso fazia com que os jogadores já não apertassem tanto na marcação e o Tubarão buscou se aproveitar disso para criar as chances.

Mas foi em um lance quase que despretensioso que os visitantes marcaram o quinto aos 35’22 com Serjão. Em uma bola que praticamente ia se perder pela linha de fundo, o goleiro evitou a saída, avançou até o meio e decidiu pelo chute surpreendendo a todos. Churrasco ainda deu um leve desvio, mas o gol foi dado para o guarda-redes.

Imediatamente o técnico Brunão pediu tempo para ajeitar o time e já voltou com Pixote fazendo a função de goleiro-linha. A pressão aumentou e Serjão foi salvando do jeito que dava. Ele só não conseguiu defender o chute de Pixote, que faltando dois segundos para o fim, pegou um rebote para descontar. Mas não havia mais tempo para maior reação.

O que vem pela frente

O Tubarão volta a jogar pela Liga Nacional de Futsal na sexta-feira, dia 19, quando viaja para pegar o Blumenau. O jogo será às 20 horas, no Ginásio do SESI.

Já o São Lourenço terá compromisso apenas no dia 23, quando encerrará a rodada recebendo o Esporte Futuro, às 19h30, na Arena São Lourenço.