Fora de casa, Atlântico impõe terceira derrota da Assoeva na Liga Futsal

Texto: Eduardo Gouvea / @eduardogouveaoficial
Imagem: Cristian Frantz/Assoeva

No jogo que encerrou a terceira rodada, o Atlântico impôs a terceira derrota consecutiva da Assoeva na Liga Nacional de Futsal. Em partida realizada, nesta terça-feira (9), no Parque do Chimarrão, em Venâncio Aires, o Galo venceu os donos da casa por 2 a 1.

Com esse resultado fora de casa, o time de Erechim encerrou a rodada na décima posição, com seis pontos. Já a equipe amarela segue zerada na 21ª colocação.

Jogo começou intenso

Os minutos iniciais foram intensos, com o time da casa buscando tomar as ações. Logo a 1’44, Alê Falcone já teve que trabalhar para defender o chute de Dill. Pouco depois, Vini Scola tomou a bola ainda na quadra de defesa, avançou em velocidade e optou pelo chute de fora da área, que passou muito perto da trave.

A resposta do Galo foi com bola na rede. Aos 2’39, Deivão recebeu na direita e bateu cruzado para Richard completar na segunda trave e abrir o placar em Venâncio Aires.

O time de Erechim quase ampliou um minuto depois, quando Deivão deu nova arrancada pela direita, mas desta vez preferiu bater direto para o gol e o goleiro Andrey defendeu.

Depois de um início intenso, com o passar do tempo o ritmo foi caindo e o jogo ficou mais amarrado e as oportunidades de gols já não eram tão comuns.

O confronto voltou a ficar interessante após pedido de tempo do técnico Fernando Malafaia. Depois das instruções de seu treinador, a Assoeva subiu sua marcação, passou a explorar mais as pontas e boas oportunidades começaram a ser criadas.

Com isso, o empate não demorou a sair e veio aos 14’06, quando Vini Scola recuperou a bola ainda na defesa, deu outra arrancada. Mas diferente da primeira vez, agora ele rolou na direita para Dill bater de primeira com o pé esquerdo para deixar tudo igual.

Mas nem deu tempo dos donos da casa pensarem na virada e a resposta do Atlântico foi quase que imediata. Aos 14’50, William Bolt desarmou seu adversário, correu para evitar que a bola saísse pela lateral, avançou até a entrada da área e soltou o pé, mandando um chute cruzado no alto, sem chances para Andrey.

Andrey vira paredão no segundo tempo

O segundo tempo começou com intensidade e a Assoeva mais presente no ataque. Aos 23’40 Alê Falcone defendeu um chute forte de Vini Scola. Um minuto mais tarde, o goleiro do Atlântico parou outra bomba, desta vez mandada por Dill.

O Galo respondeu veio aos 25’50, quando Chape deu um belo drible e parou no goleiro Andrey. Na sequência o goleiro da Assoeva ainda saiu bem da meta, defendendo o chute de Vagner após erro de passe.

A partir daí foi o Atlântico quem começou a empilhar chances de conseguir o terceiro gol. Aos 29’49, Deivão driblou Romarinho, bateu cruzado e Richard chegou atrasado. Logo depois, William Bolt deu um chapéu no marcador, escapou pela esquerda e bateu cruzado para defesa de Andrey, desta vez com o pé. Andrey novamente salvou a Assoeva aos 25’53, em outro lance cara a cara. Ao todo, foram 13 chutes na direção do gol do time da casa.

Do outro lado, Alê Falcone também começou a trabalhar para evitar o empate do time da casa e os minutos finais passaram a ser de trocação. Faltando 2’30, Malafaia mandou à quadra Pietro como goleiro-linha, mas a tática não surtiu efeito e o Galo segurou a vitória, sua segunda consecutiva.

Próximos compromissos pela LNF

A Liga Futsal fará uma pausa de dez dias por conta de jogos amistosos da Seleção Brasileira. Pela competição, a Assoeva volta a jogar no dia 19 (sexta-feira), fora de casa, contra o São José, às 19 horas. Já o Atlântico entrará em quadra no dia 21 (domingo), ás 11 horas, em Erechim, contra o Corinthians.