Joaçaba x Assoeva: catarinenses aproveitam bem bola para vencer a primeira na LNF

Por: Eduardo Gouvea
Imagem: Facebook Joaçaba

O Joaçaba conquistou neste sábado (30), sua primeira vitória na Liga Nacional de Futsal. Fazendo bom uso da bola parada no primeiro tempo, o time catarinense venceu a Assoeva por 4 a 2 no ginásio da UNOESC, em Joaçaba. O duelo foi válido pela segunda rodada.

Com o resultado, a equipe da casa somou seus primeiros três pontos na competição e se recuperou da derrota para o Marreco na estreia. Já o time de Venâncio Aires sofreu sua segunda derrota em dois jogos e segue zerado na tabela.

O confronto começou com muita marcação e os goleiros pouco trabalharam nos minutos iniciais. Como bem resumiu o técnico da Assoeva ao final da partida: “foi um primeiro tempo de muita transpiração e pouca inspiração”.

E já no começo do jogo, não satisfeito com o que estava vendo, o treinador do time visitante pediu tempo com apenas seis minutos e meio para buscar organizar melhor a equipe. Só que quem acabou finalmente abrindo o placar foram os donos da casa.

Aos 7’15, em cobrança de falta ensaiada perto da área, Felipe Rei tocou para Andrei encher o pé e colocar o Joaçaba na frente.

O segundo gol do time catarinense não demorou muito e veio menos de um minuto depois, aos 7’47, com Vitinho, em outra jogada de bola parada. Após cobrança de escanteio, Júlio mandou chute rasteiro, Andrei chegou dividindo com o goleiro da Assoeva e a bola sobrou para o camisa 20 ampliar.

Os donos da casa queriam mais e faltando 4’42, Evandro roubou a bola do adversário, avançou pela direita e parou na defesa do goleiro Andrey. Após a cobrança do escanteio, o goleiro da Assoeva voltou a trabalhar, agora para defender o chute do xará do Joaçaba.

A melhor chance do time gaúcho veio restando 5’45 para o final do primeiro tempo, quando em rápido contra-ataque pela esquerda, Vini Scola inverteu de três dedos para Gugu, que na cara do gol, errou o alvo. Nos instantes finais do primeiro tempo, o time amarelo melhorou, o que obrigou o adversário chegar ao limite de cinco faltas.

Joaçaba começa segundo tempo marcando

Veio o segundo tempo e nem deu tempo para ver o que a Assoeva poderia fazer de diferente para reverter sua situação. Logo aos 50 segundos, após várias trocas de passes, Heitor deu assistência para Tocha, que tirou Gugu da jogada com um drible e bateu forte de perna esquerda para fazer o terceiro dos catarinenses.

O Joaçaba era dominante na segunda etapa e o goleiro Andrey ia evitando um placar maior como podia e até como não podia, em um lance que ele tocou com a mão fora da área e a arbitragem não viu.

Apesar de ver seu arqueiro salvando o time de levar uma goleada maior, o técnico Malafaia decidiu colocar o goleiro Robert, que joga bem com os pés, para ter um jogador a mais para atacar.

Goleiro-linha dá certo e Assoeva reage

Essa tática de usar o goleiro mais adiantado deu certo, o Assoeva passou a ter mais volume de ataque e quase descontou aos 31’37, quando Dill chutou de fora da área, o goleiro Léo falhou, mas foi salvo pela trave.

Faltando pouco mais de seis minutos, Robert voltou para o banco e Vini Scola passou a desempenhar a função do goleiro-linha.

Depois de muito insistir, o time de Venâncio Aires finalmente descontou aos 37’27. Após troca de passes, Jaime arriscou o chute, o goleiro Léo defendeu e Dill pegou o rebote para marcar o primeiro do time amarelo.

Animada, a equipe gaúcha marcou mais um aos 38’47 quando Pietro recebeu na direita, deu uma caneta em cima do marcador, avançou em velocidade e bateu cruzado para Da Bonja completar no pé da segunda trave.

Só que a reação gaúcha foi esfriada aos 39’07, quando Vitinho recebeu lançamento longo e bateu de primeira entre a trave e o goleiro para decretar o placar final.

O que vem pela frente

O Joaçaba já terá compromisso na sexta-feira, quando irá até São Paulo encarar o Corinthians no ginásio Vlamir Marques. A Assoeva só entrará em quadra no dia 9, quando recebe o Atlântico, no Parque do Chimarrão.